‘Fura-fila’ na vacinação: MP diz que, até o momento, não constatou irregularidades em AL

Até o momento, em Alagoas, o Ministério Público Estadual (MP-AL) não comprovou irregularidades envolvendo a vacinação contra a Covid-19. A afirmação foi dita na tarde desta sexta-feira (22), pelo promotor Paulo Henrique Prado, da 67ª Promotoria de Justiça da Saúde, por meio da assessoria de Comunicação do MP.

Segundo ele, até agora apenas informações chegaram à Promotoria e, uma vez averiguadas as denúncias, não houve comprovação de irregularidades ou ilegalidades, a exemplo da existência de “fura-filas” na vacinação.

Ainda conforme o promotor, o MP está acompanhando tudo rigorosamente e, caso detecte algum atropelamento no plano de vacinação, irá se pronunciar.

O MP divulgou hoje, em suas redes sociais, uma campanha para incentivar denúncias, por meio do site institucional do Ministério Público ou pelo aplicativo Ouvidoria MPAL, de possíveis irregularidades na vacinação. 

“Presenciou ou ficou sabendo de alguém que “furou a fila”? Denuncie! Basta acessar o nosso site (http://mpal.mp.br/ouvidoria) ou baixar o aplicativo Ouvidoria MPAL, disponível para Android e IOS. Ajude o Ministério Público nessa missão. Contamos com você!”, diz o texto.