ASA bate Jaciobá nos pênaltis e enfrenta o Coruripe na final da Copa Alagoas

Tomando conhecimento do primeiro finalista, ASA e Jaciobá se enfrentaram na noite desta quarta (10) pela Copa Alagoas. Quem se deu melhor no Coaracy da Mata Fonseca foi o Alvinegro, que bateu o Azulão do Sertão nos pênaltis após um empate por 1 a 1 e garantiu a segunda vaga para a decisão. Assim, irá encarar o Coruripe neste domingo, em um duelo que vale a taça do torneio.

No tempo regulamentar, Emerson marcou primeiro para o time do Pão de Açúcar e Edson Kapa anotou o tento do Fantasma. Após o apito final, Dida brilhou e contou com a má sorte dos batedores da equipe sertaneja para garantir a vitória nos pênaltis por 4 a 2.

Com a eliminação na semifinal, O time de Pão de Açúcar, aguarda ansiosamente a chegada do dia 20 para entrar em campo novamente na estreia do Campeonato Alagoano

Primeiro tempo

A partida começou agitada, com o Jaciobá indo para cima. Não demorou muito para os visitantes chegarem com perigo. Logo aos 3 minutos, após cruzamento, o centroavante Igor recebeu livre dentro da área e carimbou o poste esquerdo do goleiro alvinegro Dida.

Com a pressão, o Azulão do Sertão chegou ao primeiro na faixa dos 10 minutos. Ramon, em cobrança de escanteio, levantou para o volante Emerson, que aproveitou a falha de marcação e balançou as redes. Placar aberto no Fumeirão: ASA 0x1 Jaciobá.

O time alvinegro ficou mordido com a desvantagem e se lançou ao ataque. Até conseguiu uma chegada aos 10, com um chute de Adaílson, mas a defesa alviceleste não permitiu um lance perigoso. O time de Pão de Açucar respondeu aos 16, quando o meia Ramon aproveitou a bobeira da zaga, entrou na área pela esquerda, mas Dida cresceu na jogada e fez uma grande defesa.

A disputa ficou mais morna quando o relógio ultrapassou a marca dos 20 minutos. A posse da redonda ficou dividia entre as duas equipes. Apesar do jogo equilibrado, o Fantasma teve uma boa oportunidade aos 28 minutos. Ítalo, numa posição mais ao centro, fez o cruzamento no meio da área do Jaciobá. A bola atravessou a zaga e achou Wander, que cabeceou por cima.

Após os 30′, o Gigante teve o domínio das ações ofensivas e viu o time sertanejo recuar suas linhas. Mesmo com a insistência, o ataque alvinegro não conseguiu produzir nada e o jogo foi se desenrolando, assim, até o fim da primeira etapa. O árbitro adicionou mais cinco minutos nos descontos e a primeira etapa chegou ao fim na faixa dos 50′.

Segundo tempo

O Alvinegro trocou os calções pretos do primeiro tempo e voltou a campo usando branco. Assim como o uniforme, a postura no início pareceu ser outra. Tentando ser impetuoso desde o começo, o Fantasma abriu as estatísticas da etapa complementar com uma grande oportunidade aos 5 minutos. Edson Kapa recebeu de dinda na entrada da área, limpou e chutou forte, obrigando o goleiro Fernando a operar uma defesa plástica.

A equipe de Pão de Açúcar, diferentemente da etapa inicial, demorou para engatar na frente e teve dificuldades para chegar perto da área do Gigante. Neste mesmo panorama, aos 18 minutos, o Fantasma conseguiu equiparar a disputa. Edson Kapa sofreu um pênalti e assumiu a responsabilidade. Na cobrança, o avançado deslocou o goleiro e balançou o capim no fundo do gol. Tudo igual em Arapiraca: ASA 1×1 Jacioba.

O Alvinegro, com o marcador apontando igualdade, viu o seu ataque se inspirar e dominar a posse da redonda no campo adversário. Por outro lado, viu a sua defesa continuar cometendo erros bobos e quase ceder o gol aos 23 minutos, quando Igor recebeu sozinho em velocidade, entrou dentro da área e chutou cruzado com perigo.

Assim como na primeira etapa, o Fantasma teve o monopólio das investidas na ofensiva e empurrou o time sertanejo contra a parede. Com uma postura mais defensiva na reta final, o Azulão do Sertão apostou no contra-ataque para chegar perto da meta dos donos da casa, mas não obteve sucesso e foi inofensivo.

Com a defesa alvinegra errando passes simples na saída de bola, os últimos instantes da disputa foram marcados por uma leve ascensão do Jaciobá. Antes do apito final, o Alvinegro até teve mais duas chances, mas o segundo tempo, que durou até os 51 minutos, terminou em igualdade e a decisão foi levada para os pênaltis.

Penalidades

Na primeira cobrança do Jaciobá, Dida se esticou todo e pegou a cobrança de Igor. Martony chutou forte no lado direito e colocou o ASA na frente. Na segunda rodada, Tatá isolou para o Jaciobá e Aquiraz ampliou a vantagem alvinegra. Dida até tocou nela na terceira, mas Willames José converteu para o Azulão do Sertão. O time de Pão de Açúcar conseguiu balançar as redes na última rodada da disputa, mas viu Dinda bater com tranquilidade e colocar o Fantasma na final. Fim de jogo: ASA (4)1×1(2) Jaciobá.

ASA – Dida; Wander, Marco Antônio, Ítalo e Marcelo; Zé Wilson, Dinda e Ciel; Adaílson, Johnnattan e Edson Kapa. Técnico: Lorival Santos.

Jaciobá – Fernando; Aldonys, Lenu, Willames José e Michel; Emerson, Marcelo e Ramon; Alex Sandes, Tata e Igor. Técnico: Alyson Dantas.

Árbitro – Rafael Carlos Salgueiro.

Assistentes – Pedro Jorge dos Santos e Wellington Thiago de Almeida.

Fonte:gazetaweb