ASA vence o CEO e dá passo importante na tabela do Alagoano

O ASA venceu o CEO por 2 a 1, na tarde desta domingo, no Municipal de Arapiraca. O  Alvinegro abriu o placar aos 18’, com o zagueiro Caique, que pegou a sobra do goleiro Eliomar. Os visitantes empataram ainda no primeiro tempo: Nona aproveitou a liberdade dentro da área e chutou forte para deixar tudo igual. No segundo tempo, o árbitro Francisco Carlos marcou dois pênaltis para o ASA. No primeiro, aos 36’, Rômulo mandou na trave. Depois, aos 43’, Chicão viu o atacante ser derrubado por Jessé e marcou mais uma penalidade. Desta vez, o camisa 9 não desperdiçou e marcou o segundo da equipe arapiraquense.

Com a vitória, o ASA soma 12 pontos e assume a terceira posição na tabela do Alagoano. O próximo jogo do Alvinegro será contra o CRB, quarta-feira, às 21h45, no Municipal de Arapiraca. O CEO não tem mais compromissos e encerrou sua participação na primeira fase do estadual. O time de Olho d´Água das Flores saiu do G-4, com 12 pontos, e fica na quinta posição. Depende de uma cobinação difícil de resultados para chegar às semifinais.

ASA e CEO fizeram um bom primeiro tempo. Logo aos 4’, Caaporã apareceu livre de marcação e chutou forte, mas a bola subiu muito. O time visitante não se intimidou e começou a pressionar. Kiko Alagoano fez boa jogada dentro da área alvinegra e obrigou o goleiro Dida fazer uma boa defesa. O Alvinegro respondeu e abriu o placar aos 18’, com o zagueiro Caique, que aproveitou a sobra do goleiro Eliomar. O time sertanejo pressionou e, aos 34’, Felipe fez boa jogada e a bola sobrou para Nona. O artilheiro não perdoou e empatou o jogo. O CEO ainda teve a chance de virar, mas o goleiro Dida fez uma boa defesa.

O técnico Jaelson Marcelino, do ASA, voltou com uma mudança no time. Logo aos 2’, Juliano, que entrou no lugar de Jean Carlos, achou André Beleza livre dentro da área do CEO, mas o meia alvinegro mandou a bola na rede pelo lado de fora. Aos 35’, o árbitro Francisco Carlos viu falta em Chiquinho Alagoano dentro da área do CEO e marcou pênalti: Rômulo bateu e acertou a trave. Aos 42’, Jessé derrubou o próprio Rômulo, e Chicão aponta penalidade para o Alvinegro. Ele se redimiu na cobrança e fez o gol da vitória alvinegra.

 

SEM COMENTÁRIO