Com um gol de Neto baiano, Galo bateu o Boa Esporte e pulou cinco posições na tabela

o duelo entre o 17º colocado, CRB, e o lanterna da Série B do Brasileiro, o Boa Esporte, quem levou a melhor na noite desta sexta-feira 13, foi o Galo, que venceu por 1 a 0. A partida, válida pela 15ª rodada, foi disputada no Estádio Dilzon Melo, em Varginha-MG. Essa foi a segunda vitória seguida do time regatiano, sob o comando do técnico Doriva – a primeria foi contra o São Bento, também por 1 a 0, no Rei Pelé, no último dia 4.

O gol desta sexta foi assinalado por Neto Baiano, na segunda etapa. E com essa vitória, o CRB pula para 12° lugar na tabela, com 18 pontos, saltando, assim, cinco posições. Já o Boa segue na lanterna, com apenas 7 pontos.

Veja como foi a partida em tempo real!

Na 16ª rodada, o CRB vai até Caxias do Sul-RS, para enfrentar o Juventude, no Estádio Alfredo Jaconi, às 16h30, no sábado, 21. No mesmo dia, o Boa Esporte recebe a Ponte Preta, às 19 horas, no Dilzon Melo.

A vitória

O 1º tempo começou sem grandes jogadas por parte dos dois times. Mas quem chegou primeiro foi o Boa. Aos 2 minutos, Juninho Potiguar avançou pela esquerda, forçou no passe para o atacante Manoel e a bola se perdeu pela linha de fundo.

Aos 5 minutos, de novo o Boa tentou. Em disputa de laterais, Helder ganhou de Rafael Carioca, mas na sequência perdeu o domínio de bola e ela foi para o tiro de meta.

O Galo chegou aos 8 minutos, com uma finalização de Neto Baiano, de fora da área, mas a bola saiu à direita do goleiro Fabrício. Aos 19 minutos, foi a vez de Diego Rosa tentar finalizar, mas o zagueiro Luan fez a proteção para o goleiro defender a bola rasteira que chegou à sua área.

O Galo jogava retrancado e o Boa pressionava. E aos 22 minutos, o Galo teve um contra-ataque rápido. Neto Baiano recebeu em boas condições na área, mas na hora de fazer o corte no zagueiro, se desequilibrou e perdeu a chance.

O jogo seguia fraco tecnicamente e sem emoção. O Boa tinha muitas dificuldades para se acertar com os novos reforços contratados, apesar de estar um pouco melhor, e o CRB não assustava, apenas aceitava o futebol jogado pelo adversário.

Aos 39 minutos o time mineiro chegou com perigo. Thalis recebeu de Daniel Cruz, avançou e bateu de canhota. A bola desviou em Lucas e foi para escanteio. Aos 42 e aos 44 minutos, o Boa tentou de novo. Primeiro, Juninho Potiguar avançou pela direita e bateu, para a defesa em dois tempos de João Carlos. Depois, Thalis cobrou a falta, mas ninguém apareceu para desviar no meio do caminho.

E assim terminou o 1º tempo: sem emoção, sem muito trabalho para os goleiros e sem acréscimos, pois o árbitro encerrou essa etapa, pontualmente, aos 45 minutos.

No 2º tempo, logo no primeiro minuto, um contra-ataque rápido do CRB. Diego Rosa achou Willians Santana sozinho pela esquerda, mas ele finalizou para fora. O Boa respondeu com Bruno Tubarão, que buscou a finalização, aos 4 e aos 5 minutos, mas, na primeira, a bola foi pela linha de fundo, e, na segunda, o goleiro João Carlos defendeu.

O CRB melhorou em campo a partir dos 20 minutos. Pressionando, conseguiu abrir o placar aos 23 minutos. No bate-rebate, pelo lado esquerdo, a bola sobrou para Neto Baiano na grande área, que chutou no canto direito do goleiro Fabrício: 1 a 0.

Aos 27 minutos, Diego Rosa teve a chance de fazer o segundo gol do CRB, mas estava impedido. Até o final da partida, o Galo conseguiu segurar a vitória importante e afundou mais ainda o Boa na lanterna.

Boa Esporte: Fabrício; Helder, Rodrigão, Luan e Jadson; Maycon, Bruno Tubarão, Daniel Cruz (Kaio Cristian), Thalis; Juninho Potiguar (William Barbio) e Manoel (Douglas Baggio). Técnico: Ney da Mata.

CRB: João Carlos; Diogo Matheus, Everton Sena, Anderson Conceição e Rafael Carioca; Claudinei, Lucas, Diego Rosa e Bruno Paulo (Mazola); Neto Baiano (Rafael Costa) e Willians Santana (Leilson). Técnico: Doriva.

Tempo real de Francisco Cardoso

SEM COMENTÁRIO