CRB envia ofício para FAF e CBF repudiando erros de arbitragem

Lutando contra o rebaixamento na Série B, o CRB vai lutar dentro e fora de campo para evitar os erros. O técnico Roberto Fernandes corrige as falhas técnicas e a diretoria alvirrubra protocolou nesta segunda-feira (29), um ofício para a Federação Alagoana de Futebol (FAF) e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), repudiando os erros de arbitragem que vem prejudicando a equipe, inclusive na última rodada diante do São Bento.

Confira a nota abaixo na íntegra:

“O Clube de Regatas Brasil vem,  por meio deste, repudiar a imensa quantidade de erros absurdos cometidos no Campeonato Brasileiro da Série B, desta temporada, contra nós. A forma estranha com que os árbitros vêm se portando diante do CRB e total falta de resposta por parte da Comissão Nacional de Arbitragem em relação aos nossos pleitos, estão causando um prejuízo para o clube que é muito difícil de ser mensurado.

No último sábado (27), em partida realizada contra o São Bento em Sorocaba, o CRB foi vítima de mais um erro esdrúxulo por parte do juiz Eduardo Valadão e seu quarteto de arbitragem, que assinalaram um impedimento com o atleta do CRB com mais de um metro em posição legal.

Já seria revoltante se fosse um único erro. Entretanto, nesta temporada o CRB vem sendo alvo de decisões absurdas que colocam o clube em uma situação delicada na Série B. São mais de 10 partidas com erros incomuns e que mostram o descaso com a escala da arbitragem em nossos jogos, já que árbitros como Marielson Alves, Elmo Rezende e Eduardo Valadão já nos prejudicaram em mais de uma partida neste ano.

Além de grande quantidade de erros, a falta de resposta aos nossos pleitos nos deixam indignados e perguntando o motivo de ignorar reclamações justas e fundamentadas? O CRB é um dos maiores representantes da Série B nos moldes atuais e merece ser tratado com mais respeito.

Exigimos da CBF e da Comissão Nacional de Arbitragem um tratamento justo e igual. Cansamos de sermos lesados em tantas ocasiões e, como se não fosse pouco, ver o mesmo árbitro voltando para nos prejudicar repetidamente.

Faltam cinco rodadas para o final da Série b e o Clube de Regatas Brasil solicita que a escala dos árbitros seja feita de forma mais organizada e com o devido respeito que a competição e o CRB merecem.

Não podemos aceitar mais sermos tão lesados e queremos que a Comissão Nacional de Arbitragem pare de nos prejudicar ao escalar cidadãos que, para dizer o mínimo, são extremamente incompetentes no exercício de sua profissão.

Estamos enviando um relato em vídeo da enorme quantidade de jogos que fomos prejudicados nesta Série B e esperamos que erros absurdos parem de ser cometidos contra o CRB de forma contumaz.

Atenciosamente,

Marcos Barbosa

Presidente do Clube de Regatas Brasil”