Motorista morre após carro bater e cortar poste ao meio

Acidente

Acidente Um homem de 32 anos morreu na madrugada desta quinta-feira (18), após um acidente na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (CPA), em Cuiabá. De acordo com informações da Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito de Cuiabá, o motorista dirigia um carro de passeio que bateu contra um poste de iluminação pública. O acidente foi registrado por volta de 3h [horário de Mato Grosso], perto do hospital ortopédico da capital mato-grossense, no Bairro Araés. O carro trafegava no sentido Avenida do CPA para o Centro de Cuiabá. Segundo a Delegacia de Trânsito, a suspeita é que o condutor estaria em alta velocidade, perdeu o controle da direção e atingiu o poste. Com o impacto o poste foi partido ao meio e o motorista, que estava sozinho no veículo, morreu no local do acidente. Conforme a delegacia, a batida foi tão forte que o motorista foi jogado para o banco de trás do veículo. O corpo da vítima foi retirado das ferragens e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá. Fonte: G1  Mais...

Por Redação | Publicado 2 dias atras
Fluminense

Vitória 3 x 1 Fluminense – Tricolor dorme na segunda etapa e acaba levando a virada

Fluminense O torcedor do Fluminense vai dormir com a cabeça pesada nesta quarta-feira. Atuando contra o Vitória, no estádio Barradão, em Salvador, o Tricolor acabou derrotado por 3 a 1 de virada, com três gols praticamente relâmpagos no segundo tempo. O jogo foi válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com os três pontos somados, o Vitória deixa a lanterna e sobe para a 18ª posição, com 21 pontos. Já o Fluminense desperdiçou a chance de entrar no G4 e é o quinto colocado, com 35 pontos. O JOGO A partida começou um pouco devagar, com os dois times se estudando antes de se arriscarem no ataque. Com mais qualidade técnica, o Fluminense dominou a posse de bola, mas foi o Vitória quem deu o primeiro susto. Aos 16 minutos, Dinei foi lançadoe Diego Cavalieri saiu para a afastar. A bola ainda bateu no atacante e por muito pouco não entrou no gol. Na primeira vez que chegou ao ataque, o Tricolor Carioca abriu o placar. Conca recebeu livre pelo lado direito e depois de um drible, cruzou com a perna esquerda para a área. Oportunista, Cícero esticou a perna e com o biquinho da chuteira completou para dentro do gol. Com a inauguração do placar, a partida caiu em rendimento. O Vitória demonstrava dificuldade para chegar ao ataque e o Flu aproveitava para controlar o jogo. O próximo lance de perigo apareceu apenas aos 38 minutos. O leão trocou bola dentro da área e Dinei chutou para a defesa de Cavalieri em dois tempos. VITÓRIA REAGE E VIRA Na volta do intervalo, os dois times ainda estavam “moles” e o gol ficava cada vez mais longe de sair. Atrás no placar, o Vitória tinha uma postura mais ofensiva e assustou pela primeira vez aos 21 minutos. A defesa do Fluminense errou na saída de bola e William Henrique roubou. Depois de entrar na área, Diego Cavalieri desviou para escanteio. Justamente neste escanteio, o Leão chegou ao gol de empate. Depois de cobrança caprichada de Marcinho na primeira trave, a defesa do Fluminense bobeia e Dinei, de cabeça, desvia em direção ao gol, sem chances para o goleiro Diego Cavalieri. O empate acordou o Vitória, que foi com tudo à frente. Aos 25 minutos, William Henrique, que tinha entrado no intervalo, recebeu um lindo cruzamento na pequena área e de primeira, marcou o gol da virada para o Leão. E a defesa do Fluminense continuou batendo cabeça. Aos 30 minutos, Vinicius recebeu o passe e adiantou bastante a bola. Ainda assim ele conseguiu ganhar na velocidade de Bruno e chutou forte, sem chances de defesa. PRÓXIMOS JOGOS Os dois clubes voltam a campo no próximo domingo, às 16 horas, para clássicos. Enquanto o Vitória recebe o Bahia, no estádio Barradão, em Salvador, o Fluminense joga contra o Flamengo, no maracanã, no Rio de Janeiro. Os jogos serão válidos pela 23ª rodada. Fonte:futebolinterior  Mais...

Flamengo

Palmeiras 2 x 2 Flamengo – Valdívia é expulso e Verdão entra no Z4

Flamengo Palmeiras foi do inferno ao céu na partida diante do Flamengo. Após sair perdendo por 2 a 0, o Verdão foi buscar o empate e quando estava melhor em campo, Valdívia tratou de estragar qualquer final feliz e acabou sendo expulso, após dar um pisão em Amaral, deixando a equipe com um homem a menos. Restou ao Alviverde segurar o resultado em 2 a 2, que acabou lhe deixando dentro da zona de rebaixamento. O confronto aconteceu na noite desta quarta-feira, no Estádio do Pacaembu, pela 22ª rodada do Brasileirão. Após ser goleado pelo Fluminense por 3 a 0, o Palmeiras voltou a tropeçar em um clube carioca. Com o empate, o Verdão já soma dois jogos sem vitória e volta a zona de rebaixamento, onde está na 18ª colocação com 22 pontos, a um do Bahia, primeiro time fora do descenso, e com a mesma pontuação do Botafogo (17º). Completando o Z4 estão Criciúma (22) e Vitória (21). Por sua vez, o Flamengo, que cresceu muito após a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo, já soma dois jogos de invencibilidade. O Mengão é o décimo colocado com 29 pontos, a sete do Corinthians, quarto, que entra em campo apenas na quinta-feira diante da Chapecoense. O confronto foi marcado por marcações confusas por parte do árbitro Anderson Daronco. No segundo gol do Flamengo, Eduardo da Silva levou a bola com a mão antes de tocar para Alecsandro, porém, o juiz assinalou gol legal. Outra dúvida ficou por conta de um suposto pênalti no atacante Henrique, que recebeu uma trombada nas costas de João Paulo. INÍCIO DESASTROSO! O técnico Dorival Junior decidiu armar um tridente no meio (Diogo, Cristaldo e Mouche) para se aproximar de Henrique, mais avançado. Além disso, improvisou o lateral-esquerdo Juninho como meia e deixou Valdivia e Allione no banco de reservas – os dois não estão completos fisicamente. O esquema foi catastrófico. No todo e em suas partes. Juninho poderia ter sido expulso depois de duas faltas feias no início do jogo – levou apenas um cartão amarelo – e ainda falhou no gol do Flamengo, aos 12 minutos. Ele tinha a bola dominada na área, mas deixou que Canteros enchesse o pé na saída de Deola. Mouche não funcionou na criação; Diogo e Cristaldo pouco fizeram na aproximação com Henrique, outro que teve atuação nula – saiu no intervalo. Também pesou uma atuação insegura da defesa, que ficou perdida com a movimentação do mediano ataque do rival. O segundo gol, aos 31 minutos, pode ser explicado por aí. Os zagueiros não acharam Eduardo da Silva depois da enfiada de Léo Moura. Ele ganhou a dividida com o goleiro Deola e tocou para Alecsandro marcar sozinho. A reclamação do goleiro pedindo toque de Eduardo teve mais desespero do que razão. O toque existiu, mas foi involuntário. Dorival Junior insistiu em algumas peças que não funcionaram desde o início. Mesmo que os meias principais estivessem baleados, ele poderia ter optado por Mendieta ou Felipe Menezes. Não fez nada disso e deixou o time sem um pingo de inteligência para sair da arapuca em que o jogo se tornara. O mais perto que se aproximou do gol foi em uma disputa aérea de Henrique e João Paulo no final do primeiro tempo. O árbitro poderia ter marcado pênalti. TUDO MUDOU, MAS VALDÍVIA… O treinador só acordou no intervalo. Trocou o inexistente Mouche por Valdivia e o errático Henrique por Allione. Em poucos minutos, o time ficou vivo no ataque. Não dá para dizer que o gol de Diogo, logo aos 2 minutos, foi consequência da mudança, mas surgiu nesse contexto. Lúcio deu um chutão, Diogo acreditou e encheu o Pacaembu de esperança. Diogo precisava acreditar em um lance que parecia perdido. Havia um ano que não marcava um gol – o último tinha sido anotado ainda na Portuguesa. Pelo Palmeiras, foram 25 jogos e, finalmente, o primeiro tento. O estádio passou a acreditar em todas as bolas, como fez o ex-atacante da Portuguesa. O hino do clube virou a trilha da troca de passes que tardiamente começou a ser feita. Mesmo sem boas condições físicas, Valdivia fez a diferença. Ele e Diogo tabelaram e o chileno enfiou bela bola para Victor Luís chutar firme. Estava empatado o jogo: 2 a 2. Valdivia faz a diferença também negativamente. Repetindo um velho enredo de lances polêmicas, ele pisou em Amaral e foi expulso aos 36 minutos. Deixou o time na mão, com força apenas para segurar o empate. PRÓXIMOS JOGOS Na próxima rodada, o Flamengo faz o clássico contra o Fluminense neste domingo, às 16h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Palmeiras enfrenta o Goiás no domingo, às 18h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. fonte:futebolinterior  Mais...

Vitória 3 x 1 Fluminense – Tricolor dorme na segunda etapa e acaba levando a virada

Fluminense

Fluminense O torcedor do Fluminense vai dormir com a cabeça pesada nesta quarta-feira. Atuando contra o Vitória, no estádio Barradão, em Salvador, o Tricolor acabou derrotado por 3 a 1 de virada, com três gols praticamente relâmpagos no segundo tempo. O jogo foi válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com os três pontos somados, o Vitória deixa a lanterna e sobe para a 18ª posição, com 21 pontos. Já o Fluminense desperdiçou a chance de entrar no G4 e é o quinto colocado, com 35 pontos. O JOGO A partida começou um pouco devagar, com os dois times se estudando antes de se arriscarem no ataque. Com mais qualidade técnica, o Fluminense dominou a posse de bola, mas foi o Vitória quem deu o primeiro susto. Aos 16 minutos, Dinei foi lançadoe Diego Cavalieri saiu para a afastar. A bola ainda bateu no atacante e por muito pouco não entrou no gol. Na primeira vez que chegou ao ataque, o Tricolor Carioca abriu o placar. Conca recebeu livre pelo lado direito e depois de um drible, cruzou com a perna esquerda para a área. Oportunista, Cícero esticou a perna e com o biquinho da chuteira completou para dentro do gol. Com a inauguração do placar, a partida caiu em rendimento. O Vitória demonstrava dificuldade para chegar ao ataque e o Flu aproveitava para controlar o jogo. O próximo lance de perigo apareceu apenas aos 38 minutos. O leão trocou bola dentro da área e Dinei chutou para a defesa de Cavalieri em dois tempos. VITÓRIA REAGE E VIRA Na volta do intervalo, os dois times ainda estavam “moles” e o gol ficava cada vez mais longe de sair. Atrás no placar, o Vitória tinha uma postura mais ofensiva e assustou pela primeira vez aos 21 minutos. A defesa do Fluminense errou na saída de bola e William Henrique roubou. Depois de entrar na área, Diego Cavalieri desviou para escanteio. Justamente neste escanteio, o Leão chegou ao gol de empate. Depois de cobrança caprichada de Marcinho na primeira trave, a defesa do Fluminense bobeia e Dinei, de cabeça, desvia em direção ao gol, sem chances para o goleiro Diego Cavalieri. O empate acordou o Vitória, que foi com tudo à frente. Aos 25 minutos, William Henrique, que tinha entrado no intervalo, recebeu um lindo cruzamento na pequena área e de primeira, marcou o gol da virada para o Leão. E a defesa do Fluminense continuou batendo cabeça. Aos 30 minutos, Vinicius recebeu o passe e adiantou bastante a bola. Ainda assim ele conseguiu ganhar na velocidade de Bruno e chutou forte, sem chances de defesa. PRÓXIMOS JOGOS Os dois clubes voltam a campo no próximo domingo, às 16 horas, para clássicos. Enquanto o Vitória recebe o Bahia, no estádio Barradão, em Salvador, o Fluminense joga contra o Flamengo, no maracanã, no Rio de Janeiro. Os jogos serão válidos pela 23ª rodada. Fonte:futebolinterior  Mais...

Palmeiras 2 x 2 Flamengo – Valdívia é expulso e Verdão entra no Z4

Flamengo

Flamengo Palmeiras foi do inferno ao céu na partida diante do Flamengo. Após sair perdendo por 2 a 0, o Verdão foi buscar o empate e quando estava melhor em campo, Valdívia tratou de estragar qualquer final feliz e acabou sendo expulso, após dar um pisão em Amaral, deixando a equipe com um homem a menos. Restou ao Alviverde segurar o resultado em 2 a 2, que acabou lhe deixando dentro da zona de rebaixamento. O confronto aconteceu na noite desta quarta-feira, no Estádio do Pacaembu, pela 22ª rodada do Brasileirão. Após ser goleado pelo Fluminense por 3 a 0, o Palmeiras voltou a tropeçar em um clube carioca. Com o empate, o Verdão já soma dois jogos sem vitória e volta a zona de rebaixamento, onde está na 18ª colocação com 22 pontos, a um do Bahia, primeiro time fora do descenso, e com a mesma pontuação do Botafogo (17º). Completando o Z4 estão Criciúma (22) e Vitória (21). Por sua vez, o Flamengo, que cresceu muito após a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo, já soma dois jogos de invencibilidade. O Mengão é o décimo colocado com 29 pontos, a sete do Corinthians, quarto, que entra em campo apenas na quinta-feira diante da Chapecoense. O confronto foi marcado por marcações confusas por parte do árbitro Anderson Daronco. No segundo gol do Flamengo, Eduardo da Silva levou a bola com a mão antes de tocar para Alecsandro, porém, o juiz assinalou gol legal. Outra dúvida ficou por conta de um suposto pênalti no atacante Henrique, que recebeu uma trombada nas costas de João Paulo. INÍCIO DESASTROSO! O técnico Dorival Junior decidiu armar um tridente no meio (Diogo, Cristaldo e Mouche) para se aproximar de Henrique, mais avançado. Além disso, improvisou o lateral-esquerdo Juninho como meia e deixou Valdivia e Allione no banco de reservas – os dois não estão completos fisicamente. O esquema foi catastrófico. No todo e em suas partes. Juninho poderia ter sido expulso depois de duas faltas feias no início do jogo – levou apenas um cartão amarelo – e ainda falhou no gol do Flamengo, aos 12 minutos. Ele tinha a bola dominada na área, mas deixou que Canteros enchesse o pé na saída de Deola. Mouche não funcionou na criação; Diogo e Cristaldo pouco fizeram na aproximação com Henrique, outro que teve atuação nula – saiu no intervalo. Também pesou uma atuação insegura da defesa, que ficou perdida com a movimentação do mediano ataque do rival. O segundo gol, aos 31 minutos, pode ser explicado por aí. Os zagueiros não acharam Eduardo da Silva depois da enfiada de Léo Moura. Ele ganhou a dividida com o goleiro Deola e tocou para Alecsandro marcar sozinho. A reclamação do goleiro pedindo toque de Eduardo teve mais desespero do que razão. O toque existiu, mas foi involuntário. Dorival Junior insistiu em algumas peças que não funcionaram desde o início. Mesmo que os meias principais estivessem baleados, ele poderia ter optado por Mendieta ou Felipe Menezes. Não fez nada disso e deixou o time sem um pingo de inteligência para sair da arapuca em que o jogo se tornara. O mais perto que se aproximou do gol foi em uma disputa aérea de Henrique e João Paulo no final do primeiro tempo. O árbitro poderia ter marcado pênalti. TUDO MUDOU, MAS VALDÍVIA… O treinador só acordou no intervalo. Trocou o inexistente Mouche por Valdivia e o errático Henrique por Allione. Em poucos minutos, o time ficou vivo no ataque. Não dá para dizer que o gol de Diogo, logo aos 2 minutos, foi consequência da mudança, mas surgiu nesse contexto. Lúcio deu um chutão, Diogo acreditou e encheu o Pacaembu de esperança. Diogo precisava acreditar em um lance que parecia perdido. Havia um ano que não marcava um gol – o último tinha sido anotado ainda na Portuguesa. Pelo Palmeiras, foram 25 jogos e, finalmente, o primeiro tento. O estádio passou a acreditar em todas as bolas, como fez o ex-atacante da Portuguesa. O hino do clube virou a trilha da troca de passes que tardiamente começou a ser feita. Mesmo sem boas condições físicas, Valdivia fez a diferença. Ele e Diogo tabelaram e o chileno enfiou bela bola para Victor Luís chutar firme. Estava empatado o jogo: 2 a 2. Valdivia faz a diferença também negativamente. Repetindo um velho enredo de lances polêmicas, ele pisou em Amaral e foi expulso aos 36 minutos. Deixou o time na mão, com força apenas para segurar o empate. PRÓXIMOS JOGOS Na próxima rodada, o Flamengo faz o clássico contra o Fluminense neste domingo, às 16h, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Palmeiras enfrenta o Goiás no domingo, às 18h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia. fonte:futebolinterior  Mais...

Treze e CRB empatam em Campina no fechamento da rodada da Série C

O CRB foi melhor no primeiro tempo, quando abriu o placar. No final, acabou cedendo o empate na segunda etapa
(Foto: Alberto Oliveira/Esporte Alagoano)

Treze e CRB entraram no gramado do Presidente Vargas com um objetivo definido: a vitória. E ambos tiveram chances para isso, o que deve ter deixado o empate em 1 a 1 ainda mais amargo. Afinal, o time paraibano agora vê o G-4 como uma missão quase impossível, ao mesmo tempo que os alagoanos perderam a oportunidade de recuperar a vice-liderança do Grupo A da Série C e deixar a classificação muito bem encaminhada. O CRB foi melhor no primeiro tempo, quando abriu o placar. No final, acabou cedendo o empate na segunda etapa (Foto: Alberto Oliveira/Esporte Alagoano) A partida em Campina Grande fechou a 15ª rodada da Terceirona. O CRB saiu na frente com um gol de Gabriel, mas viu o Treze empatar na segunda etapa, com o artilheiro Rafael Oliveira. Na próxima rodada, o time paraibano encara o líder Fortaleza, fora de casa, enquanto os alagoanos pegam o Águia de Marabá, em Maceió CRB aproveita nervosismo do Treze Quem apostava num jogo movimentado pela necessidade de vitória das duas equipes acabou se decepcionando. Pelo menos, nos primeiros 45 minutos. Com erros primários de passes, paraibanos e alagoanos abusaram no direito de errar. O CRB foi quem começou na frente do placar no jogo desta segunda-feira no Estádio Presidente Vargas (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com) Mas o lado psicológico acabou pesando. Principalmente para o Treze, que iniciou o jogo na zona de rebaixamento e sabendo que a tabela até o fim da Série C é ingrata. Assim, a pressão da torcida acabou enervando ainda mais os jogadores, que pouco ameaçaram o gol de Júlio Cesar. A rigor, a única chance saiu dos pés de Bruno Aquino, aos 27 minutos O Treze era pior ainda na defesa. Em dois minutos, o goleiro Gílson falhou duas vezes. Aos 39, o CRB desperdiçou. Mas, aos 41, o time regatiano aproveitou uma saída errada do goleiro para abrir o placar. Após cobrança de escanteio, Daniel Marques se antecipou ao arqueiro do Galo e tocou para o gol. A bola ainda desviou no zagueiro Gabriel, que foi para a súmula como autor do tento. A desvantagem no marcador fez a torcida trezeana perder de vez a paciência. E o primeiro tempo terminou com uma vaia generalizada. Empate que não foi bom para ninguém Se o primeiro tempo foi arrastado, as emoções ficaram reservadas para a segunda etapa. As duas equipes parece que acordaram e lembraram que a vitória era o resultado que servia para seus objetivos – o CRB para recuperar a vice-liderança, e o Treze para se afastar da zona de rebaixamento e ainda sonhar com o G-4. O Treze só conseguiu reagir no segundo tempo da partida contra o time alagoano (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com) Tanto que em apenas cinco minutos teve de tudo. Aos 3 minutos, Rafael Oliveira caiu na área e pediu pênalti para o Treze. No contra-ataque, foi a vez do CRB reclamar, depois que Diego Clementino foi derrubado por Oliveira – a falta começou fora da área e só terminou dentro dela, dando a impressão de pênalti. Aos 5, veio o empate. Após falha de Paulo Sérgio, o artilheiro Rafael Oliveira aproveitou e tocou sem defesa para Júlio Cesar. A partir daí as duas equipes se revezaram no ataque. E as chances foram aparecendo, de lado a lado. As melhores pararam nos goleiros. Aos 17, Rafael Oliveira chutou, a bola desviou na zaga e Júlio César defendeu no reflexo Aos 39, foi a vez de Gílson se recuperar das falhas no primeiro tempo e salvar o Treze, em chute à queima-roupa de Geovani. O empate acabou prevalecendo, mesmo que não tenha sido bom para nenhum dos dois. Mas, momentaneamente, serviu para ambos. O CRB somou mais um pontinho na briga pela classificação; e o Treze deixou a zona de rebaixamento. Rafael Oliveira marcou o gol que salvou o Treze da derrota dentro de casa (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com) Fonte:globoesporte.com  Mais...

Petra Matta

‘Sósia’ de Megan Fox lidera votação do Concurso Miss Bumbum

Petra Matta A final do Miss Bumbum 2014 será realizada só em novembro deste ano, mas a disputa pelo voto popular já começou no site do concurso. E quem está na liderança da disputa é a representante do estado do Paraná, Claudia Alende, que se apresenta como sósia da atriz Megan Fox. Em prévia do ranking divulgada hoje, a  morena aparece à frente da disputa com 33,43% dos votos, bem distante da segunda colocada, Ana Paula Souza, representante do Distrito Federal, que tem quase 9%. A terceira colocada é Karine Gaglianoni, do Piaui, com 6%. Em recente entrevista ao EGO, Claudia Alende, de 20 anos admitiu que é louca pela fama e que está em busca de uma oportunidade. E a moça pode estar perto de realizar seu sonho. Ela foi selecionada para representar o Paraná, estado onde nasceu, no concurso Miss Bumbum 2014, e não chama a atenção apenas pelos atributos óbvios – um derrière de 104cm trabalhado em muitas horas de musculação – mas também pela semelhança com a atriz de Hollywood. “Todo mundo diz que a gente se parece, mas nunca me achei. Isso começou há dois anos, depois que postei uma foto no Facebook e várias pessoas disseram que eu era a cara da Megan Fox. Mas não tem nada a ver”, desconversou ela, para incredulidade geral. Para cumprir a agenda exigida pelo concurso, Claudia se mudou de mala, cuia e namorado para São Paulo. Deixou a família e uma loja multimarcas, da qual é dona, em Francisco Beltrão, no interior do Paraná, e está começando uma nova rotina. “Não vou dizer que não tenho um certo medo. Sempre disse não para quem sugeria que eu entrasse em concursos ou reality show, mas desta vez decidi encarar”, observou. . Clique para curtir o EGO nas redes sociais Claudia Alende, sósia de Megan Fox (Foto: MBB4/Divulgação) Claudia Alende (Foto: Divulgação)    Mais...

Quem quer dinheiro? Veja 33 motivos para amar o SBT

Osmar Portilho Hoje é um dia especial para o SBT. A emissora de Silvio Santos completa 33 anos desde sua primeira transmissão, realizada no dia 19 de agosto de 1981. De lá pra cá, a TV do homem do baú conquistou nossos corações e marcou – ou traumatizou – nossas infâncias com quadros épicos – como a Banheira do Gugu -, as pegadinhas de Ivo Holanda, os barracos no Programa do Ratinho ou o sonho de pegar um aviãozinho de dinheiro jogado por Silvio Santos para suas plateias. Separamos 33 motivos pelos quais nós amamos o SBT: Siga Terra Diversão no Twitter 1. O primeiro é fácil: é o canal que passa Chaves. 2. E agora? Que tal lembrar dos barracos no Programa do Ratinho?     3. Outro momento inesquecível da TV brasileira: a Banheira do Gugu. E olha que isso passava no meio das tardes de domingo!     4. Falando desse tipo de pegada aí, vamos lembrar algumas pegadinhas. Lembra do Ivo Holanda e o cego abusado? 5. O Chucky… 6. E claro, a internacionalmente famosa Menina do Elevador! 7. Mas o SBT também tinha seriedade. Lembra do Aqui Agora? Um dos jornais mais sangrentos da TV? 8. O SBT nunca teve vergonha de exibir as mesmas novelas. 9. Muito menos vergonha de apostar em alguns programas que foram sucesso no passado. Como o Fantasia. 10. Ou apostar em séries que foram sucesso com a criançada, como Carrossel. 11. Chiquititas. 12. Até o Bozo! 13. E programas que são bons porque nunca mudam. Como A Praça é Nossa. 14. E o Passa ou Repassa. Quem nunca quis ir com o seu colégio competir? 15. Mas o homem do baú gosta mesmo é de distribuir dinheiro. 16. Foram vários programas envolvendo prêmios grandes, como oShow do Milhão. 17. A Porta da Esperança. 18. E outros formatos comerciais. De hora em hora você sabe o que vai ouvir: os números da Tele Sena. 19. E vai ver um monte de comerciais dos cosméticos Jequiti. 20. Tem até um perfume do Celso Portiolli! 21. A logomarca do SBT foi parar até na camisa do Vasco na final do Campeonato Brasileiro de 2000 e enfureceu a emissora que transmitia os jogos. 22. Mas chega de falar de dinheiro. Vamos lembrar programas e personagens que marcaram nossas vidas. Você imaginava como era o rosto do locutor Lombardi? 23. Queria dar um selinho na Hebe Camargo? 24. Lembra do Gugu comandando o Sabadão Sertanejo? 25. E a Shakira que batia cartão quase todo fim de semana noDomingo Legal? Antes de ser tão famosa, claro. 26. O Domingo Legal era tão poderoso que levava até estrelas de Hollywood, como o Jean Claude Van Damme. O cara se engraçou com a Gretchen. Que momento da TV, amigos! 27. Lembram do Gol Show? publicidade 28. E do Amarelinho, o mascote da emissora nas Copas de 90 e 94? 29. Big Brother? Que nada! Aqui é Casa dos Artistas! 30. E o Moisés no Topa Tudo Por Dinheiro? 31. E a menininha que fez o Silvio Santos perguntar: “e o bambu”? 32. Para celebrar o aniversário, chegaram a fazer o novo Cirilo, o ator Jean Paulo Campos, interpretar o Pharrell Williams cantandoHappy no clipe de aniversário. publicidade 33. Se isso tudo ainda não te convenceu, eu deixo aqui alguns tombos do Silvio Santos.   fotos: Reprodução/Divulgação/SBT  Mais...

Internet 5G, mil vezes melhor que 4G, é estudada no Brasil

5g

Ericsson e Universidade Federal do Ceará (UFC) estão realizando pesquisas em conjunto para impulsionar o desenvolvimento da Internet 5G. A embrionária tecnologia, que promete conexões até mil vezes mais velozes que a 4G, é esperada apenas para 2020. Contudo, estudos da própria companhia estimam que o tráfego de dados entre dispositivos móveis cresça dez vezes até 2019, o que não será comportado pelas atuais redes. Celular com 3G pode usar chip 4G? Entenda Grande parte do aumento da demanda virá do maior número de smartphones e tablets em uso. Mas há outros fatores envolvidos, como a maior exigência dos usuários por qualidade de transmissão e a criação de novos tipos de tráfego e conexões. Assim, o que se desenha é que a nova geração seja mais do que uma extensão das redes LTE, funcionando como uma família integrada de tecnologias complexas. Internet 5G promete ser até mil vezes mais rápida do que a 4G (Foto: Luciana Maline/TechTudo) A empresa sueca e a UFC já trabalham em conjunto em pesquisas de temas variados há 15 anos. Desta vez, a parceria tem como um dos principais objetivos o estudo das novas faixas de espectro, as chamadas ondas milimétricas, que têm velocidades acima de 10 GHz. Outros pontos relativos ao 5G que serão investigados são os sistemas com alta densidade de antenas, gerenciamento de interferências, comunicação entre dispositivos e uso de small cells dentro de redes heterogêneas. Vale lembrar que, apesar de a Internet 5G não estar instituída, testes práticos já foram feitos por companhias como Samsung. A sul-coreana conseguiu recentemente transferir dados a 1GB por segundo, o que já significa 500 vezes mais rapidez que o atual 4G.  Mais...

PC do tamanho de um cartão é mais potente que concorrente Raspberry Pi

hummingboard-i2ex1

A Humming Board, criada pela Solid Run, promete acirrar a disputa com o rival Raspberry Pi que, desde o lançamento, em 2011, tem reinado absoluto entre os computadores de baixo custo e tamanho reduzido. A novidade investe em uma configuração mais potente e um maior poder de customização. Computador Raspberry Pi agora é do tamanho de uma placa de memória HummingBoard-i2eX conta com chip dual core e memória RAM de 1GB (Foto: Divulgação/SolidRun) A Humming Board, apesar de ser US$ 10 dólares mais cara do que o Raspberry Pi no modelo mais básico, possui um processador de 1 GHz contra apenas 700 Mhz do rival. O dispositivo também conta com mais outras duas configurações, incluindo um chip dual core. A HummingBoard-i1, modelo de entrada, vem com um processador ARM v7 de 1GHz e 512 de memória RAM. O HummingBoard-i2, intermediário, usa chip ARM v7 dual core, de 1 GHz e 1 GB de memória RAM. Já o HummingBoard-i2eX, conta com o mesmo processador e memória do modelo intermediário, mas acrescenta USB interno, entrada PCIe e mSATA, além de infravermelho que permite uso de controle remoto. Qual é o melhor Windows de todos os tempos? Opine no Fórum do TechTudo. Todos os modelos já podem ser comprados no site da empresa, com previsão de entrega a partir da segunda semana de julho. A HummingBoard-i1 custa US$ 49 (cerca de R$ 108), a HummingBoard-i2 sai a US$ 75 (cerca de R$ 166) e a HummingBoard-i2eX custa US$ 99 ( R$ 219 em conversão direta). Via TNW   Mais...

Acidente Motorista morre após carro bater e cortar poste ao meio

Um homem de 32 anos morreu na madrugada desta quinta-feira (18), após um acidente na Avenida...

Maria Clara Paulino Vasconcelos/Amanda Paulino Vasconcelos,/Filipe Paulino Vasconcelos Tragédia Imagem Forte: Três irmãos são encontrados mortos a facadas no Pinheiro

Um jovem, com identidade ainda não revelada, teria assassinado as duas irmãs e logo em seguida...

José Ítalo Albuquerque dos Santos José Ítalo Albuquerque dos Santos é assassinado a tiros no Jacintinho

O jovem de 18 anos, José Ítalo Albuquerque dos Santos, foi morto a tiros, na tarde...

Dilma tem 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%, diz pesquisa Datafolha

Dilma tem 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%, diz pesquisa Datafolha (Foto: Reprodução)

Dilma tem 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%, diz pesquisa Datafolha (Foto: Reprodução) Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (10) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República: – Dilma Rousseff (PT): 36% – Marina Silva (PSB): 33% – Aécio Neves (PSDB): 15% – Pastor Everaldo (PSC): 1% – Luciana Genro (PSOL): 1% – Eduardo Jorge (PV): 1% – Zé Maria (PSTU): 0%* – Rui Costa Pimenta (PCO): 0%* – Eymael (PSDC): 0%* – Levy Fidelix (PRTB): 0%* – Mauro Iasi (PCB): 0%* – Branco/nulo/nenhum: 6% – Não sabe: 7% * Cada um dos cinco indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 3, Dilma tinha 35%, Marina, 34%, e Aécio, 14%. Segundo o Datafolha, “é a primeira vez que Marina tem oscilação negativa em suas intenções de voto desde que entrou oficialmente na disputa”. Segundo turno O levantamento divulgado nesta quarta indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, as candidatas aparecem empatadas tecnicamente. A candidata do PSB tem 47% e a do PT, 43% (na semana passada, Marina vencia por 48% a 41%). Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista vence por 49% a 38% (mesmos índices da semana anterior). Pela segunda vez, o instituto também fez uma simulação entre Marina e Aécio. O resultado foi 54% a 30% para a candidata do PSB (ante os 56% a 28% da semana passada). A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”. O Datafolha ouviu 10.568 eleitores em 373 municípios nos dias 8 e 9 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00584/2014. Espontânea Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes: – Dilma Rousseff: 28% – Marina Silva: 24% – Aécio Neves: 10% – Outras respostas: 1% – Em branco/nulo/nenhum: 6% – Não sabe: 29% Rejeição A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. – Dilma Roussef: 33% – Aécio Neves: 23% – Pastor Everaldo: 22% – Marina Silva: 18% – Zé Maria: 18% – Levy Fidelix: 17% – Eymael: 16% – Rui Costa Pimenta: 15% – Luciana Genro: 15% – Eduardo Jorge: 14% – Mauro Iasi: 13% Avaliação da presidente A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 36% dos entrevistados – mesmo índice do levantamento anterior, que se refere aos entrevistados que classificaram o governo como “ótimo” ou “bom”. Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” são 24%, segundo o Datafolha. Para 38%, o governo é “regular”. Os dois índices são os mesmos do levantamento anterior. O resultado da avaliação é: – Ótimo/bom: 36% – Regular: 38% – Ruim/péssimo: 24% – Não sabe: 1% A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 5,9. Expectativa de vitória O Datafolha também perguntou aos entrevistados quem, na opinião deles, vai ganhar as eleições em outubro. Para 45%, Dilma sairá vitoriosa; 34% acreditam que Marina ganhará; e 6% apostam na vitória de Aécio. Fonte:g1  Mais...

Nova operação retira comerciantes do calçadão do comércio

SMCCU

SMCCU Desde a manhã desta segunda-feira (15), fiscais da Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU) estão no centro de Maceió para coibir o retorno dos vendedores ambulantes e comerciantes no local. Além dos fiscais, a fiscalização conta com a participação da Guarda Municipal e Polícia Militar de Alagoas. De acordo com a SMCCU, a ação tem como objetivo cumprir o que determina o Código de Posturas do Município. O superintendente municipal de Controle do Convívio Urbano, Reinaldo Braga, avaliou o trabalho de reordenamento como positivo e destacou os benefícios para o consumidor. “Nossa intenção é cumprir as determinações do Código de Posturas do Município e possibilitar a passagem de pedestres em espaços que por ventura estejam ocupados por vendedores ambulantes irregulares”, explicou o superintendente municipal de Controle do Convívio Urbano, Reinaldo Braga. A SMCCU lembra ainda que quem descumprir o que determina o Código de Posturas do Município está sujeito a apreensão de mercadorias e equipamentos. Paralelo a ação, a Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), informa que está realizando melhorias no Shopping Popular para dar mais conforto a vendedores e clientes.  Mais...

Trabalhadores rurais promovem Feira da Reforma Agrária em Maceió

Os frutos da luta pela reforma agrária estarão à disposição da população de Maceió até o próximo sábado, 13, na Praça..

Arsal realiza consulta pública para revisão tarifária

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) realiza, entre os dias 22 deste mês até 05 de..

Desfile Cívico celebra 197 anos da Emancipação Política de Alagoas

Com o tema “Alagoas: Educação para a Paz- Arte, Cultura e Esporte”, mais de 4 mil pessoas em 25 pelotões vão representar as escolas e bandas Foto: Ascom SEE

Com o tema “Alagoas: Educação para a Paz- Arte, Cultura e Esporte”, mais de 4 mil pessoas em 25 pelotões vão representar as escolas e bandas Foto: Ascom SEE A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE) celebra a partir das 15h, desta terça-feira (16), no Estádio Rei Pelé, no Trapiche, o desfile cívico em comemoração aos 197 anos de emancipação política de Alagoas. A população terá acesso livre ao local a partir das 13h quando os portões serão abertos.   Com o tema “Alagoas: Educação para a Paz- Arte, Cultura e Esporte”, mais de 4 mil pessoas em 25 pelotões, representando escolas das redes estadual, municipais e privadas, fanfarras, banda Polícia Militar de Alagoas e alunos da escola Tiradentes, Corpo de Bombeiros e Filarmônica Santa Cecília, de Marechal Deodoro, levarão suas mensagens de paz aos presentes.   A abertura oficial, às 15h, iniciará com a filarmônica Santa Cecília, de Marechal Deodoro, seguida da banda da Polícia Militar com a Escola Tiradentes e o pelotão das bandeiras, com os alunos do Centro de Ensino e Pesquisa Aplicada (Cepa). Eles representam o Brasil, Alagoas e seus 102 municípios, além das unidades do complexo educacional. Na sequência, os demais pelotões e fanfarras apresentarão diversas atrações sobre a temática central da festa, de estímulo à cultura da paz.   “Estamos preparando uma linda festa para celebrar este aniversário e o presente será para os alagoanos. Este ano, pensando principalmente em acomodar, com conforto a todos, mudamos o desfile para o estádio Rei Pelé e contamos com a presença da sociedade. Os portões serão abertos às 13h e a partir das 14h já teremos atrações”, declara a responsável pela coordenação do desfile, Genilma Barros, fazendo referência às apresentações do Corpo de Bombeiros.   Ordem de apresentações Os pelotões das Coordenarias Regionais e respectivas escolas seguirão a seguinte ordem de apresentação: 15ª CRE, 13ª CRE, 1ª CRE, JEAL, 2ª CRE, 3ª CRE, 3ª CRE, 4ª CRE, 5ª CRE, 6ª CRE, 7ª CRE, 8ª CRE, 9ª CRE, 10ª CRE, 11ª CRE, 12ª CRE, 14ª CRE, Semed/Maceió, Semed/Porto Calvo, Centro Cultural Adonai, Diogo Marques/Bombeiro Mirim, Escola Maria de Fátima, Colégio Ativo/Parceiros da Vida, Escola Maria José Omena e Polícia Militar/Escola Tiradentes.   Segurança A Polícia Militar de Alagoas (PM-AL), em parceria com a SEE, adotou as providências para garantir a segurança e conforto aos presentes. No total, serão175 policiais militares que farão a segurança do evento e reforçarão o monitoramento do trânsito no local, sendo 114 militares fazendo o policiamento a pé, 49 circularão em viaturas e 12 estarão montados a cavalo. Este contingente faz parte do 1º Batalhão, da Cavalaria, do Batalhão de Polícia Especial (Bope) e do Batalhão de Trânsito (Bptran).   Trânsito O Batalhão de Trânsito da PM-AL e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Maceió (SMTT) disponibilizou um esquema especial para o evento. Será o mesmo adotado durante as partidas de futebol que acontecem no estádio Rei Pelé, reforçando a ordem no local.   A assessoria de comunicação da SMTT informou que bloqueará nesta terça-feira (16), dois cruzamentos próximos ao estádio Rei Pelé. A partir das 14h, haverá a interdição da Avenida Siqueira Campos com a Rua Cabo Reis e a mesma avenida com Travessa Construtor José Francisco Vieira, na rua da Viação Veleiro, com liberação prevista a partir das 19h.   Em razão da estimativa de 20 mil pessoas esperadas para assistir ao desfile cívico, haverá um reforço às linhas de ônibus que têm o itinerário pelo bairro Trapiche da Barra, antes do início do evento e após o término.   registrado em: Educação fonte:  Mais...

4ª Etapa do Brasil Nordeste de Motocross será dias 27 e 28 de setembro

Nos dias 27 e 28 de setembro a cidade de Barbalha, no Ceará, receberá a 4ª Etapa do Campeonato Brasil Nordeste..

Aos 86 anos, morre o empresário Antônio Ermírio de Moraes

Morreu na noite deste domingo (24) em São Paulo, aos 86 anos, o empresário e presidente de honra do Grupo Votorantim, Antônio..